29.8 C
Belo Horizonte
- Publicidade -
Home E-commerce E-commerce cresce quase 36% em março diante a fevereiro

E-commerce cresce quase 36% em março diante a fevereiro

- Publicidade -

Segundo os dados do índice MCC-ENET, desenvolvido pela Neotrust | Movimento Compre & Confie, em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net), o e-commerce brasileiro cresceu 35,81% em março, se comparado a fevereiro e o faturamento do setor também teve alta: 33,06%.

Ao comparar as vendas online de março de 2021, em relação ao mesmo mês do ano passado, o aumento foi mais significativo: 72,56%. No acumulado dos últimos 12 meses, a variação positiva foi de 88,08%.

Ao observar a métrica de vendas regional, na comparação de março com fevereiro, a composição ficou da seguinte forma: Sul (44,43%), Centro-Oeste (44,11%), Sudeste (33,94%), Nordeste (33,23%) e Norte (30,06%). Por sua vez, no acumulado dos últimos 12 meses, os resultados foram: Nordeste (117,74%), Norte (107,08%), Centro-Oeste (106,13%), Sul (101,15%) e Sudeste (78,28%).

Segundo avaliação do Felipe Brandão, secreário executivo da camara-e.net: “A manutenção dos altos índices de crescimento comprova que o comportamento de consumo online do brasileiro realmente passou por um processo de transformação permanente”. E também: “Ainda, as medidas de isolamento social mais restritivas, observadas em algumas regiões do país por conta do agravamento da crise do Covid-19, também contribuíram com a expansão das vendas online”, conclui.

Faturamento

O faturamento das lojas virtuais também teve alta na comparação entre março deste ano com o mesmo período de 2020: 86,68%, segundo o índice.

A composição, por região, na comparação de março ante fevereiro, ficou da seguinte forma: Sul (43,25%), Centro-Oeste (40,33%), Nordeste (34,76%), Sudeste (29,75%) e Norte (25,62%). Já no acumulado dos últimos 12 meses, os resultados foram: Nordeste (137,75%), Norte (128,45%), Centro-Oeste (120,59%), Sul (114,10%) e Sudeste (91,79%).

E-commerce no comércio varejista

O e-commerce representou 10,6% do comércio varejista restrito (exceto veículos, peças e materiais de construção), em fevereiro de 2021. No acumulado dos últimos 12 meses, nota-se que a participação corresponde a 10,3%. O levantamento ressalta que esse indicador foi feito a partir da última Pesquisa Mensal do Comércio do IBGE, divulgada no dia 13 de abril.

Categorias no e-commerce

Em fevereiro de 2021, a composição de compras realizadas pela internet, por segmento, ficou da seguinte forma: equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (42,6%), móveis e eletrodomésticos (26,7%); e tecidos, vestuário e calçados (10,8%). Na sequência, artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (7,4%), outros artigos de usos pessoal e doméstico (6,5%); hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (3,5%); e, por último, livros, jornais, revistas e papelaria (2,5%). Esse indicador também utiliza a Pesquisa Mensal do Comércio do IBGE como base.

Consumidores online

Outra métrica avaliada pelo MCC-ENET revela que, no trimestre de janeiro a março de 2021, 17,2% dos internautas brasileiros realizaram ao menos uma compra online. Observa-se uma queda de 1,2 p.p em relação ao trimestre anterior (18,4%). Já na comparação com o mesmo período em 2020 (12,3%), houve crescimento de 4,9 p.p.

Metodologia do MCC-ENET

Os índices mensais vêm da comparação dos dados do último mês vigente em relação ao período base (média de 2017). Para compor o índice, o Neotrust | Compre & Confie coleta 100% de todas as vendas reais de grande parte do mercado de e-commerce brasileiro, utilizando adicionalmente processos estatísticos para composição das informações do mercado total do comércio eletrônico brasileiro. Também são utilizadas informações dos indicadores econômicos nacionais do IBGE, IPEA e FGV.

Não estão contabilizados no MCC-ENET dados dos sites Mercado Livre, OLX e Webmotors, além do setor de viagens e turismo, anúncios e aplicativos de transportes e alimentação, pois ainda não são monitorados pela Neotrust | Movimento Compre & Confie.

Clique aqui para acessar o estudo completo: http://www.mccenet.com.br/

- Publicidade -
Conectados...
13,541FansLike
21,025FollowersFollow
2,458FollowersFollow
451SubscribersSubscribe
Leia Mais!

Segmento de beleza é uma ótima opção para investir

O segmento apresentou uma receita de R$35.276 bilhões em meio à crise econômica em 2020

Brasil se destaca em uma das maiores oportunidades em e-commerce no planeta

Em 2021, o comércio eletrônico deve continuar em alta, após o aumento exponencial no ano passado devido à pandemia de Covid-19. Brasil é uma grande oportunidade no setor!

AliExpress promete entregas internacionais em até 12 dias para SP

O marketplace AliExpress, do Grupo Alibaba, promete, a partir de agora, entregas de compras internacionais em até 12 dias na cidade de São Paulo.
Últimas Notícias

Isso os brasileiros não aprendem na escola

Porque temos que ficar por mais de uma década aprendendo coisas inúteis nas salas de aula?

Como montar um e-Grocery?(Supermercado Online)

Esse é um guia definitivo de como montar um supermercado online (e-grocery).

Você sabe o que é e-grocery

O setor de alimentos e bebidas foi o que mais cresceu no e-commerce durante a pandemia.

7 motivos para colocar seu supermercado na internet

As principais razões para criar um espaço para seu supermercado no mundo digital.
- Publicidade -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here